Dancinha

Dancinha

sábado, 6 de junho de 2009

As razões e os porquês

Lá pelo meio de março tive a crise braba. Lutei pra ficar vivo, e vou tendo relativo sucesso. Agora, três meses passados, o concentrador de oxigênio só tem funcionado, praticamente, durante o sono. O Bipap deve me acompanhar ainda por um tempo longo, sempre talvez. Penso e sinto, e cada vez tenho mais certeza sobre as principais razões e os principais porquês de minha determinação. Aí estão: Katinha, mulher-amada com quem me casei há 31 anos e alguns meses, e Henrique, nosso filho há quase 19 velozes anos.
A miudinha que se intrometeu no meio é a Giulia, primeira neta de meu mano, primeira bisneta na família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário