Dancinha

Dancinha

domingo, 19 de janeiro de 2014

Foto: Saco palavras
e com elas te acarinho, 
te busco, te ouço.

Mas, se com o silêncio
você me despreza. 
Cuidado!

Insano, sem saber de mim,
é com palavras que firo, que mato, 
e que me aquieto.

A triste quietude
de outro silêncio, 
feito de palavras mortas.


Saco palavras
e com elas te acarinho,
te busco, te ouço.

Mas, se com o silêncio
você me despreza.
Cuidado!

Insano, sem saber de mim,
é com palavras que firo, que mato,
e que me aquieto.

A triste quietude
de outro silêncio,
feito de palavras mortas.