Dancinha

Dancinha

terça-feira, 19 de maio de 2009

Ela ainda fala

Desde que me lembro por gente (se é que me lembro...) observo com curiosidade a velhice e a morte. Leio, olho, converso, e agora já sinto o cheiro. São assuntos com audiência garantida, mesmo se dissimulada, até medrosa. A ciência, a música, o cinema, a ficção literária, tais são algumas das bocas que partilham essa ração inesgotável. Aqui também, no blog, mamar-se-á nessas tetas.

A Veja da semana recolhe uma declaração da Fernanda Montenegro, musa entre as musas, que em breve completará seus 80 anos. Disse ela: "só me toquei da minha finitude depois de perder o Fernando. Experimentar o desmonte psíquico, o desmonte muscular, o desmonte existencial... Algumas pessoas já me olham com assombro: Ela ainda fala! Ainda se locomove!"


Um comentário:

  1. Oi PAULINHO LINDO AMIGO QUERIDO!Obrigada fiquei muito feliz pelos cumprimentos! Agradeça a KATINHA LINDA por mim O.K :)!Hum isso de velhice e morte é visto de forma muito preconceituosa pela maioria das pessoas.Vi uma reportagem onde uma senhora de 102 anos ainda faz diversas atividades.É muito lúcida, e super simpática!Acho que é porque não tem quem fica dizendo o tempo todo a ela...isso não é mais pra sua idade! Pois a morte não tem a ver só com velhice.E uma velhice bem sedimentada pode se chegar até a morte com naturalidade.Mas não gosto nada de falar em morte aff! Prefiro falar de vida!É a vida que devemos agradecer e aproveitar da melhor forma que nos for possível!Cada segundo, cada minuto, dia, mês, anos!Com gratidão, otimismo e louvor a nosso Deus Pai! Acho também que desde o nascimento estamos sempre despedindo de algo! Do ventre materno, do seio, da mamadeira, de etapas e assim até que despedimos de nosso próprio corpo.E aí como um pássaro livre a alma volta a sua plenitude!Beijos de luz em seu explendoroso coraçãozinho!

    ResponderExcluir